fbpx Skip to main content
Blog

Brincadeiras para fazer em casa: o esqueleto do corpo humano

By abril 24, 2020abril 26th, 20208 Comments

Brincadeiras para fazer em casa: o corpo humano! Nestes tempos de isolamento social, estamos vivendo experiências novas. Uma delas é ficar com nossos pequenos em casa…. Literalmente trancafiados né?! Como resultado, nós estamos ansiosos e eles também! A rotina deles que é um aspecto que para eles transmite segurança, foi totalmente modificada e, uma nova rotina está sendo implantada quer queiramos ou não. Apesar de todas essas mudanças, temos que pensar em formas de nos mantermos saudáveis e ativos, física e psicologicamente. E, brincadeiras devem estar nessa nossa nova rotina, por isso, começamos com esse post uma a série de brincadeiras para fazer em casa: o corpo humano.

Brincadeiras para fazer em casa: o corpo humano

Como entreter as crianças dentro de casa?

Exercícios físicos são opções de entretenimento que funcionam bem com as crianças. Dessa forma, elas gastam a energia acumulada, se divertem e ainda é uma forma da família toda se exercitar. Existe um exercício bem famoso no Japão que foi criado há muito tempo mas, é usado até hoje em escolas e até em empresas e, que se chama Radio Taisso (Radio = Rádio e Taisso = exercício).

Para mim, que sou descendente de japoneses, é uma farra voltar as lembranças da escola (sim! há escolas do estilo japonês em várias cidades do Brasil). Aqui há uma explicação sucinta do que é Radio Taisso e um link caso queiram praticar. São exercícios gerais de mobilidade articular e alongamento. Meus filhos adoram fazer com a Batian (avó em japonês). Eu sou a  Liria, diretora de pesquisa da Anamê, empresa mãe da Noeh.

Brincadeiras para fazer em casa: o corpo humano

Além de fazer exercícios físicos, fazer atividades lúdicas juntos com as crianças é uma maneira prazeirosa de nos entreter (a todos) e, diminuir a ansiedade.

Quais seriam então as brincadeiras que podemos fazer em casa para entreter as crianças? Pensando nisso, lembrei de um projeto que fiz há muitos anos atrás, quando estava em casa 100% do tempo, cuidando dos filhos ainda pequenos e num país diferente. Encontrei esse blog americano e me encantei. Como sou da área da saúde, achei interessante usar esse tema como uma forma de aprender e brincar com as crianças.

Ensinar sobre o corpo humano, como funcionamos por dentro, é um assunto que estimula a curiosidade das crianças e segura a atenção delas, além de ser muito importante que a gente saiba como se constitui o nosso corpo. Assim, trabalhar como funciona o corpo humano na educação infantil pode ser uma ferramenta importante para auxiliar os pais e professores a orientar as crianças a fazerem escolhas mais saudáveis desde bem novinhos. O que alinha muito com a filosofia da Anamê.

Parte 1: o esqueleto, o suporte do corpo!

O projeto que começamos hoje é uma viagem dentro do corpo humano! Vamos começar essa série de atividades para entender como funcionamos por dentro, além de aprender, um pouquinho, para que serve cada “coisa” do nosso corpo! Bora com a gente?

Para abrir essa série Brincando com a Noeh sobre o corpo humano escolhemos  iniciar com os ossinhos, para entender o que é o esqueleto e para que ele serve! Mas, como explicar isso para uma criança? A importância dos ossos, aonde eles ficam, como podemos fortalecê-los? Tudo isso tem que ser de forma lúdica. Para isso, vamos imprimir um esqueleto humano do tamanho da criança! Assim, ele entende de forma mais fácil que o que a gente está vendo é o que ele tem dentro dele. 🙂

Aproveitamos e brincamos de quebra cabeça e, com isso, conversamos sobre os ossos e onde eles estariam em cada parte do nosso corpo. As imagens são do Hiro, meu filho de 4 anos (temporão). Foi ótimo retomar esse projeto que fiz com os meus filhos mais velhos, Hiro adorou fazer a brincadeira e mostrou bem orgulhoso para o papai onde estavam os ossos, no corpo dele e do pai.

Passo a passo para montagem do esqueleto

Brincadeiras para fazer em casa: o corpo humano

Montagem do esqueleto

  1. Imprima um esqueleto humano em tamanho infantil . Clique aqui para baixar e imprimir o esqueleto infantil!
  2. Corte ou cortem a beirada do papel para que eles se encaixem. Não se esqueça de deixar uma das bordas para que esse encaixe seja possível (eu particularmente, deixo sempre a margem superior e a da direita para poder, com a cola, unir as partes depois que a criança montar).
  3. Lembre de estimular a criança a olhar para a imagem e entender onde estaria no corpo dele: onde fica a cabeça, os braços, as mãos, as coxas e as pernas.
  4. Deitamos do lado do esqueleto para ele ver o tamanho. Como eu sou fisioterapeuta de formação, fui conversando sobre os ossos mostrando por exemplo, que o fêmur é o maior osso do nosso corpo e, que o tio dele quebrou uma vez. Já imaginou a dor? ai..ai… Mas, se você não tem essa formação não se cobre de ficar falando os nomes dos ossos. Acho que o objetivo aqui é a criança entender que ela tem uma estrutura óssea e que é ela muito importante!

Brincadeiras para fazer em casa: o corpo humano

Para assistirem e aprenderem juntos sobre o corpo humano

Para complementar essa brincadeira do esqueleto, terminamos assistindo juntinho um desenhinho que explica para que servem os ossos, você pode clicar aqui para assistir!  Também tem um outro videozinho bem bacana, está em inglês, mas ele mostra de maneira simples como seríamos sem a estrutura óssea: uma gelatina! Clique aqui para ver. Não tenha receio de expôr seu filho a uma “língua” que ele não tem contato diário tá?! Você vai se surpreender como ele entende muita coisa.

Essa é só a primeira parte da série “Brincadeiras para fazer em casa: o corpo humano”! É importante considerar que você não tem que fazer tudo com a criança de uma vez só. Deixe ela olhar, se divertir…. se não quiser fazer mais, não insista muito… Deixe no tempo dela. Vocês vão ver em posts seguintes que nem sempre consegui fazer tudo no mesmo dia… tentei deixar a curiosidade do meu filho dar o ritmo da atividade.

Os ossos dos adultos e crianças são diferentes?

Vale lembrar também que a estrutura óssea de um adulto é diferente de uma criança. A criança ainda apresenta uma placa de crescimento, que fica perto das extremidades ósseas e que permite o crescimento ao longo do desenvolvimento da criança. Já nos adultos, como já paramos de crescer, essa placa grossa se transforma numa linha e, por isso, a capacidade de remodelação anatômica do osso é muito menor. Esse é o motivo pelo qual as crianças se recuperam  numa velocidade muito mais rápida quando quebram ou lesam algum osso.

Para saber mais detalhes técnicos sobre a regeneração dos ossos, a Sociedade Brasileira de Ortopedia Pediátrica traz orientações gerais sobre fraturas em crianças e, a Sociedade Brasileira de Reumatologia informa como podemos ingerir mais cálcio e fortalecer esses ossinhos que ainda estão em desenvolvimento.

Faça essa primeira parte da série “Brincando com a Noeh: o Corpo Humano”, mostrando os ossinhos aí na sua casa, e nos conte como foi!

Poste nas suas redes sociais, marque a Noeh e a Anamê e a hashtag #BrincandocomaNoeh

Noeh, tecnologias para cuidar da vida!

Espero que tenham gostado! Se tiver dúvida é só perguntar!

 

Um abraço apertado, com carinho da Liria da Anamê

Dra. Liria Okai-Nóbrega. Diretora de Pesquisa na Anamê. Pesquisadora, Doutora em neurociências e pós doutora em ciências da Reabilitação.