fbpx
Blog

Confira 7 cuidados com o bebê recém-nascido

By abril 23, 2021junho 16th, 2021No Comments

Alegria, afeto, amor e cuidado… o misto de sensações que se intensifica com o nascimento do baby! Um momento tão especial na vida dos papais e mamães pode, ainda, gerar algumas dúvidas. Afinal, quais são os principais 7 cuidados com o bebê recém-nascido?

Antes de mais nada, para os pais de primeira viagem, isso pode representar um desafio ainda maior! Ao sair da maternidade, um novo mundo está à espera da criança e também dos cuidadores. Porém, não se preocupe! Vamos te ajudar nesta missão!

Preparamos uma série de dicas relacionadas aos 7 principais cuidados com o bebê recém-nascido. E não se esqueça: nada substitui a avaliação médica! Por isso, agende logo uma consulta com o pediatra. Agora, vamos aos cuidados! 

  1. Vacinação

Primeiramente, é muito importante para os pais conhecerem o cartão vacinal das crianças. Hoje, vamos falar sobre as primeiras picadinhas, aquelas que são dadas logo nos primeiros dias e horas de vida.

A primeira delas é a BCG, que tem como objetivo proteger contra as infecções graves de tuberculose. Vale ressaltar que muitos cuidadores se assustam com a reação local da vacina. Mas é justamente isso que assegura a eficácia dela!

Então, logo após o baby vacinar, não coloque nenhum produtinho nem faça curativos. Ao final, a formação da cicatriz garante o sucesso da vacinação.

A segunda vacina importante é a da hepatite B. Até as primeiras 24 horas do nascimento é administrada a primeira dose. Ela é importante para prevenir a hepatite crônica, que pode acometer até 90% dos bebês recém-nascidos.

 

  1. Triagem neonatal

Em seguida, você já ouviu falar sobre a triagem neonatal? Popularmente, ela é conhecida como teste do pezinho, aquela picadinha dada no calcanhar do baby. Este teste é essencial para rastrear doenças graves, como:

  • hipotireoidismo congênito;
  • fenilcetonúria;
  • fibrose cística;
  • hemoglobinopatias.

Apesar disso, muitas dessas doenças não apresentam nenhum sintoma aparente no nascimento, porém os impactos já estão prejudicando o organismo. Então, é importante detectá-las o quanto antes para início do tratamento.

A triagem neonatal pode ser realizada a partir de 48 horas de vida, preferencialmente no 5º dia. Mas não para depois do 1º  mês, certo? A realização do teste é obrigatória, por isso, busque o posto de saúde mais próximo e faça gratuitamente.

  1. Banhos

Agora, é hora de deixar o baby limpinho e cheiroso! E você quer fazer isso de forma segura, não é mesmo? Então, vamos aos poucos, porque o banho é sim um dos principais cuidados com o bebê recém-nascido!

Antes de tudo, o banho é uma importante maneira de prevenir infecções cutâneas. Por outro lado, devemos tomar cuidado para não irritar a pele nem provocar dermatites. Assim, opte por produtos neutros, específicos para bebês.

Ah, deixe tudo preparado antes de tirar a roupinha da criança! Isso porque ela perde calor muito rápido — coisa que não queremos! Certifique-se, ainda, de deixar a temperatura da água próxima à corporal: 35 ou 36 °C.

Assim como é importante verificar a temperatura, ao lavar a cabecinha, proteja muito bem os ouvidinhos do baby. Já quando for secá-lo, faça movimentos suaves. No final, é ideal que o banho não ultrapasse 10 minutos. Por fim, você pode banhá-lo diariamente, até 2 vezes em dias mais quentes.

  1. Exposição solar

Em resumo, você sabe o quanto é importante se proteger do sol, certo? Agora, para neonatos, precisamos esclarecer uma particularidade. É fundamental que o bebê recém-nascido seja exposto ao sol em torno de 10 minutos por dia, de preferência pela manhã.

De antemão, isso faz com que a síntese de vitamina D seja estimulada. Ao contrário da grande maioria das outras vitaminas — que são obtidas pela alimentação — a vitamina D é produzida pela pele. Tal produção é estimulada pelos raios solares.

Por isso, não deixe de expor o baby ao sol, sem roupinha e sem vidraça como barreira. A vitamina D participa da homeostasia do cálcio no organismo, além de atuar no metabolismo ósseo. Tudo isso é indispensável para o desenvolvimento da criança.

  1. Sono

Agora, um momento de descanso: o soninho! Mas será que o padrão de sono do bebê recém-nascido é igual ao das crianças maiores? Spoiler: não! E fique atento, porque ele faz parte dos principais cuidados com o bebê recém-nascido.

Os neonatos ainda precisam se acostumar com a rotina do mundo pois tudo é muito novo para eles. Assim, o ciclo de sono e vigília ainda está desorganizado, o que faz com que ele durma muito ao longo do dia e acorde durante a noite.

Mas não se preocupe! Aos poucos tudo vai se ajeitando. Para isso, o baby precisa entender quando é momento de dormir e quando é de acordar. A luminosidade e os barulhos diurnos mostram que é momento de vigília.

Por outro lado, um ambiente tranquilo e com luz fraca durante a noite, pode indicar para o bebê que é hora de dormir. Se por acaso ele acordar de madrugada, não necessariamente precisa pegá-lo no colo! Dessa forma, apenas verifique se tem algo incomodando, como fraldas, temperatura, algum bichinho, se é fome e etc.

E jamais se esqueça: o bebê deve dormir em um cantinho dele e de ladinho, nunca de bruços! Sabemos que você quer ficar pertinho dele, mas a cama compartilhada pode aumentar os riscos de sufocamento e queda. Muito cuidado tá?!

  1. Coto umbilical

Outro ponto de atenção muito importante e que está entre os principais 7 cuidados com o bebê recém-nascido nos primeiros dias é com o coto umbilical. O cordão umbilical é indispensável para a nutrição do feto durante a gestação. Ele é composto por 2 artérias e 1 veia, recobertas por uma fina camada.

Definitivamente, ao nascimento, esta comunicação entre mamãe e bebê é interrompida. Então, o coto entra num processo de mumificação. Lembre-se que uma higiene mal feita pode resultar em infecções graves. Por isso, vamos aprender como higienizar o local!

Portanto, sempre que for tocá-lo lave muito bem as mãos antes. Após o banho, seque a base do coto com um cotonete e o restante com uma toalha. Depois disso, coloque álcool 70% e deixe secar naturalmente. Nas trocar de fralda, cubra-o com uma gaze limpa!

 

  1. Alimentação

Por último, vamos falar de um dos assuntos mais importantes em relação aos cuidados com o bebê recém-nascido: a alimentação. Em outras palavras, podemos resumir em amamentação! Isso porque até os 6 meses o aleitamento materno é exclusivo e em livre demanda.

Aqui, o leite produzido pela mãe apresenta todos os nutrientes necessários para o crescimento no primeiro semestre. Além disso, tem importante contribuição para a imunidade e para a hidratação. Consequentemente, diminui o risco de o bebê ficar desnutrido!

Ah, em conclusão, não existe “leite fraco” ou “leite aguado”! Todo leite materno contém tudo que o bebê precisa! Outra importante contribuição é para o fortalecimento do vínculo entre a mãe e a criança!

Ufa, chegamos ao fim! Mas não esqueça: são apenas 7 dos vários cuidados para se ter com o bebê recém-nascido. Muitas dúvidas vão surgir ao longo do tempo. Por essa e outras razões, o acompanhamento pediátrico é indispensável, seja para tranquilizar os pais, seja para avaliar o crescimento. Enquanto isso, saiba que espirros, soluços, choros e regurgitações são normais… e aproveite muito essa fase dos pequenos!

Agora, que tal compartilhar nosso texto em suas redes sociais? Isso vai ajudar mais papais e mamães nos cuidados com o recém-nascido!

Referências

01/7 – Dia da Vacina BCG. Ministério da Saúde.

Vacina hepatite B. Sociedade Brasileira de Imunizações.

Teste do pezinho. BVS – Ministério da Saúde.

Consenso de cuidado com a pele do recém-nascido. Sociedade Brasileira de Pediatria. 

Hipovitaminose D em pediatria: recomendações para o diagnóstico, tratamento e prevenção. Sociedade Brasileira de Pediatria.

Como fazer meu filho dormir melhor – Prevenção. Sociedade Brasileira de Pediatria. 

Falar no whatsapp
1
Precisa de ajuda?
Olá, tudo bem?
Sou da Noeh! Pode me chamar quando quiser tá?! Responderei em breve!